AMCOW lança Diretrizes de Política de Saneamento Africano

AMCOW lança Diretrizes de Política de Saneamento Africano

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on print
Print

ABUJA, Nigéria, 24 de Junho de 2021 -/African Media Agency(AMA)/- A iniciativa do Conselho Africano de Ministros da Água (AMCOW), foram lançadas as Directrizes da Política de Saneamento Africano (ASPG). Estas diretrizes foram desenvolvidas em colaboração com os estados membros e muitos outros parceiros que trabalham no setor da água e saneamento no continente. As directrizes indicam os passos a seguir ou a actualizar no desenvolvimento de uma nova política de saneamento, bem como os requisitos para uma política de saneamento completa.

Ao tomar a palavra na cerimónia de lançamento, o Presidente do AMCOW e Ministro Namibiano da Agricultura, Água e Reforma Agrária, S.E. Carl Gustav Schlettwein, disse que a Namíbia estava empenhado em criar uma política de saneamento autónoma baseada nas directrizes do ASPG, ao mesmo tempo que encorajava outros países a tirar proveito do ASPG para melhorar as suas políticas de saneamento. “O governo pretende assegurar que a Namíbia desenvolva uma política de saneamento autónoma baseada na Política de Abastecimento de Água e Saneamento de 2008”. Acrescentou ainda que “a Namíbia será um dos primeiros países a beneficiar do GASA. Exorto todos os países a tirarem partido destas diretrizes para uma política africana de saneamento “.

A necessidade de GASA foi concebida em 2017 após o apoio inicial ao desenvolvimento da política de saneamento em quatro países ter revelado que eram necessários enormes esforços para esse apoio individual a cada país. O AMCOW realizou então uma análise mais aprofundada das políticas e estratégias nacionais de saneamento em 26 países em 2019. Os resultados desta avaliação indicaram que nenhum destes 26 países tinha políticas de saneamento que abordassem adequadamente os requisitos básicos do ambiente propício para o saneamento com o objectivo de permitir melhorias. Em particular, a avaliação revelou que cinco anos após o inicio da era dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), quase 61% das políticas estavam ainda centradas nos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

“Esta situação criou a necessidade de elaborar directrizes estratégicas normalizadas de saneamento para apoiar o desenvolvimento, a analise e a revisão de políticas”, disse o Secretário Executivo Interino do AMCOW, Sr. Thomas Banda. “O ASPG visa permitir aos Estados-Membros cumprir os compromissos e necessidades continentais e mundiais de saneamento e aumentar o acesso ao saneamento seguro e controlado para todos e erradicar a defecação ao ar livre. Estes incluem a Declaração Ministerial AfricaSan Ngor 2015 e os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2030, em particular o Objectivo 6.2.”.

No conteúdo da declaraçao feita em nome da Presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, a Embaixadora Josefa Leonel Correia Sacko, Comissária para a Agricultura, Desenvolvimento Rural, Economia Azul e Sustentabilidade Ambiental (ARBE) da União Africana (UA), enfatizou que o acesso à água potável e saneamento é um direito humano para todos, e apelou a todos os doadores e governos do continente para que apoiem a AMCOW e a UA para assegurar que o GASP sirva os países africanos no contexto do acesso adequado a água e ao saneamento para todos na África e para o desenvolvimento social e económico, em conformidade com a Agenda 2063 de África. 

Falando na cerimónia de lançamento, Amina J Mohammed, Secretária-Geral Adjunta das Nações Unidas, elogiou a AMCOW por desenvolver directrizes de política sanitária africana. “Este importante trabalho irá fornecer aos governos africanos orientações para melhorar ou desenvolver uma política de saneamento clara e abrangente para preparar o caminho das políticas nacionais de saneamento em larga escala”, acrescentou ela.

Por sua vez, o Director-Geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou o seguinte: “O Conselho Africano de Ministros da Água (AMCOW) está a trabalhar para promover o investimento e a liderança em saneamento de qualidade através das Directrizes de Política de Saneamento Africano, baseiado nos princípios estabelecidos pela OMS no quadro do saneamento e da saúde. Temos o prazer de trabalhar com a AMCOW e os governos africanos para assegurar o saneamento para todos. A história mostra que as sociedades que investiram na melhoria do saneamento tornaram-se mais saudáveis, mais ricas e mais poderosas, mas a falta de saneamento torna um país mais vulnerável a doenças e epidemias que afetam toda a sociedade”.A Directora Executiva da UNICEF, Henrietta Fore, declarou que a UNICEF está empenhada em trabalhar em estreita colaboração com estas comunidades e com os ministros africanos para fazer (o ASPG) um motor de saneamento seguro em muitas comunidades africanas. “Para começar, as diretrizes serão implementadas em dois países este ano, com outros países e regiões a seguir no próximo ano”, acrescentou ela. 

Os ministros do saneamento e higiene no Quénia, Etiópia, Nigéria, Camarões, Egipto, Senegal e África do Sul elogiaram o AMCOW pelo desenvolvimento do ASPG e comprometeram-se a utilizá-lo para tornar o ambiente propício ao saneamento nos seus países. Hon Suleiman Adamu, Ministro dos Recursos Hídricos da Nigéria, disse que a Nigéria está numa missão para fornecer acesso ao saneamento básico a mais de 100 milhões de nigerianos e que o ASPG oferece uma enorme oportunidade para acelerar este processo. Acrescentou que “a Nigéria utilizará a rede para actualizar a sua política de saneamento de 2004 e trabalhará em estreita colaboração com as 36 unidades (estados) para garantir que cada uma delas utilize a rede para assegurar que as suas políticas sejam contextualmente adequadas, ligadas à política e padrão a nível federal, e adaptadas à rede. 

O lançamento, que se realizou on line por causa das medidades de proteçaos relativaa a COVID-19 no mundo, reuniu ministros africanos da Água, Saneamento e Higiene, a União Africana, agências da ONU, doadores e especialistas em água e saneamento de todo o continente. O processo de desenvolvimento permitiu o envolvimento rigoroso dos estados membros, decisores políticos de saneamento e várias partes interessadas em todo o continente africano. O ASPG foi apresentado, as opiniões e contribuições dos participantes foram recolhidas e documentadas para acompanhar e ajudar no apoio ao planeamento dos Estados-Membros para a adopção e implementação destas directrizes. 

Desde a sua criação em 2002, AMCOW tem servido principalmente como uma plataforma para reunir os interessados no setor da água e saneamento no continente. A AMCOW estabelece orientações políticas e conduz a advocacia política para o crescimento e melhoria do sector para a gestão sustentável dos recursos hídricos e saneamento do continente. A Declaração dos Chefes de Estado de Sharm El Sheikh de 2008, entre outros, encarregou a AMCOW de ajudar os Estados Membros a desenvolver planos, políticas e estratégias para permitir o acesso à água e ao saneamento para todos em África (Assembleia/UA/Dec. (XI)). A Declaração Ministerial de Ngor de 2015 a AfricaSan4 apela também aos Estados-Membros para que desenvolvam estratégias que permitam o acesso a serviços de saneamento e higiene adequados e sustentáveis para todos e que eliminem a defecação aberta até 2030.

Distribuído pela African Media Agency para AMCOW.

Notas aos Editores 

As Directrizes da Política de Saneamento de África (ASPG)
Os ASPGs são um conjunto de diretrizes desenvolvidas pela AMCOW em colaboração com os estados membros e outros parceiros do setor da água e saneamento em África. As directrizes são um conjunto de processos passo a passo para o desenvolvimento ou implementação de uma nova política de saneamento. São a norma mínima para o desenvolvimento de políticas de saneamento para permitir o acesso a saneamento e higiene sustentáveis. 

As Directrizes da Política de Saneamento de África podem ser encontradas aqui

Referente ao Conselho de Ministros Africanos da Água (AMCOW)
O Conselho de Ministros Africano da Água (AMCOW) é uma instituição intergovernamental, pan-africana, não orçamental, que trabalha sob a liderança do Sub-Comité Técnico Especializado do Departamento de Agricultura, Desenvolvimento Rural, Economia Azul e Ambiente (ARBE) da União Africana. O AMCOW fornece liderança política, orientação política e advocacia sobre gestão da água e prestação de serviços de saneamento. Como parte do nosso mandato, somos responsáveis pela coordenação eficaz e eficiente das acções dos principais actores no sector da água e saneamento, facilitando o reforço da cooperação regional e a gestão e desenvolvimento transfronteiriço dos recursos hídricos, bem como o reforço da capacidade das instituições e agências relevantes. O AMCOW visa proporcionar liderança política na implementação da Visão Africana da Água 2025 e das componentes relacionadas com a água da Agenda 2063 da União Africana. 

Para mais informações, por favor visite: https://www.amcow-online.org

Siga o AMCOW :
@amcowafrica 
@amcowafrica
https://ng.linkedin.com/company/amcowafrica  

Para oportunidades de entrevista, contacte a Sra. Maimouna Tall Ndiaye, Responsável de Comunicação e Visibilidade do AMCOW, mtall@amcow-online.org / ou +234 816 055 17 21 ou +221 77 695 37 93 (WhatsApp)

You might also enjoy

Subscribe To Our Newsletter

Get updates and learn from the best

Conférence de Presse en Ligne


Les frontières terrestres ne doivent pas constituer des obstacles à la dissémination de votre message. Grâce à notre service de conférence de presse en ligne, nous vous offrons l’opportunité de vous rapprocher des médias africains, chaque fois que vous en aurez besoin.

Nos services comprennent:

Digital Communications


Today, social networks constitute an organization’s first point of contact with a user and a potential customer. At first glance, you need to convince of the relevance and quality of your content to stimulate and motivate the user to go further. We create consistently inspiring online strategy to meet business objectives, engage stakeholders and enhance our client brand’s reputation internally and externally.

 

Communication​ digitale


Les réseaux sociaux représentent aujourd’hui le premier point de contact d’une organisation avec un utilisateur et un client potentiel. Au premier coup d’œil, vous devez le convaincre de la pertinence et de la qualité de votre contenu pour l’inciter à aller plus loin. Nous créons pour vous une stratégie de communication précise et adaptée sur les réseaux sociaux pour atteindre les objectifs commerciaux, impliquer les parties prenantes et améliorer la réputation de votre marque en interne et en externe.

Promotion​ d’événements


Le succès d’un événement réside en moitié dans sa promotion. Peu importe la beauté de l’événement, la qualité des orateurs et de l’ordre du jour, si personne ne rapporte ou ne parle de votre événement, vos efforts seront vains. Nous vous aidons à façonner votre récit et à créer un engouement autour de votre événement. De l’annonce de l’événement à la tenue de celui-ci, nous accompagnons votre effort de planification et le reflétons sur toutes les plateformes médiatiques.​

Formation​ Médiatique


Nous fournissons à vos porte-paroles les outils nécessaires pour présenter vos principaux messages et répondre avec confiance et cohérence aux questions. Notre formation est organisée soit à distance ou en présentiel, avec des études de cas réels et des répétitions. Nos clients repartent avec le sentiment d’être à l’aise devant les journalistes et d’agir en tant qu’ambassadeurs de la marque.

Veille​ Médiatique


Nous mesurons votre portée en relations publiques et rendons compte des informations de votre industrie et des activités de vos  concurrents en surveillant la majorité des canaux de diffusion dans toute l’Afrique. Une veille médiatique complète et opportune est essentielle pour s’assurer que vous ne manquez aucune référence à votre marque, que vous êtes constamment informé de ce qui se passe dans votre industrie et que vous êtes prêt à saisir les opportunités et à réduire les risques en temps opportun.

Relations​ Média


Peu importe le lieu où ils se trouvent, nous sommes une source d‘informations fiables pour les journalistes qui écrivent sur l’Afrique. Nous nous connaissons mutuellement et ils nous font confiance, car nous leur fournissons un contenu crédible qui les aide dans leurs tâches. Nous nous entretenons quotidiennement avec des journalistes aux quatre coins du continent, ce qui fait de nous l’un des organismes les plus efficaces pour mener des campagnes de relations avec les médias.

Stratégie et développement de contenu


Nous créons des stratégies de communication intelligentes, bien documentées et spécialisées destinées à vous aider à construire un récit fort qui engagera votre audience. Nous travaillons en synergie avec vous afin de rédiger des communiqués de presse et des articles d’opinions qui alimentent le récit de votre entreprise. Notre équipe a une expérience approfondie dans la création de récits et le développement de contenu multimédia.

DIFFUSION DE COMMUNIQUES​ DE PRESSE​


C’est le service phare d’AMA. Nous avons mis en place des canaux de diffusion des communiqués de presse auprès des journalistes des 54 États africains ainsi qu’auprès des journalistes américains et européens couvrant les sujets relatifs aux marchés émergents.​

​Nos services comprennent:​

Event Promotion


Half of the success of an event lays in its promotion. Doesn’t matter how beautiful the event is, how wonderful the speakers and the agenda are, if no one reports or talks about your event, your efforts are gone. We help you shape the narrative and create a drumbeat around your event. From the announce all the way to the outcome of the event, we accompany your planning effort and echo it through all media platforms

Media Training


We provide your spokespeople with the tools to present your key messages and answer questions with confidence and coherence. Our training is organised either remotely or face-to- face, with real case studies and rehearsals. Our clients leave feeling comfortable being in front of reporters and acting as brand ambassadors.

Media Monitoring


We measure and report on
your PR reach, industry news, and competitive activity by monitoring most channels in North, West, Central, East and Southern Africa. Comprehensive and timely media monitoring is critical to ensuring that you don’t miss any reporting of your brand,
you’re constantly informed on what’s going on around your business, and you’re ready to capitalise on opportunities and mitigate
risks in a timely fashion..

Media Relations


We have become an authoritative source of news for reporters writing about Africa, wherever they are. We know them, they know us, and they trust us for providing them with timely and accurate content that helps them do their job. We speak to reporters on a daily basis in all corners of the continent and this makes us one of the most effective agencies in running media relations campaigns.

Strategy & Content Development


We create smart and localised communications strategies to help build a strong narrative that will engage your audiences. We partner with you to create press releases and thought leadership pieces that sustain a drumbeat for your company’s narrative. Our team have deep experience in shaping narratives and developing media content.

PRESS RELEASE WIRE DISTRIBUTION

This is AMA’s flagship service. We have set up channels of distribution towards the journalists of the 54 African states, as well as to American journalists and European journalists covering emerging markets issues.
Our service includes:

Editorial advice

Localised editorial piece when needed

Distribution to the major print, broadcast and online publications along with industry-specific publications

Follow-up calls to secure interview request

Guaranteed distribution to Africa.com

Distribution to Bloomberg, LexisNexis and Thomson Reuters

Social Media Reach: Facebook, Twitter, LinkedIn, Instagram

Full online monitoring and print monitoring when available. Includesreadership stats and Advertising Value Equivalent

Translation in French, Arabic and Portuguese available